Guia para Iniciantes

Aprenda a juntar e usar suas milhas

Voar é bom, agora voar ‘de graça’ é ainda melhor, não? Se você está começando agora a conhecer o “mundo das milhas” essa página foi criada pra você. Além de acompanhar as atualizações semanais que posto pelo blog, preparei este material pra quem gostaria de começar literalmente do zero para entender a sistemática das companhias aéreas e como obter ao máximo de benefícios utilizando os programas de fidelidade.

O básico

Vou tentar reunir em uma única página o básico e essencial pra você começar a lidar com os programas de milhagens. Basicamente a regra constitui em acumular milhas a medida em que você voa ou faz compras. As formas mais comuns de acumular milhas são:

  1. Voando pela companhia escolhida e suas parceiras
  2. Usando cartões de crédito parceiros e transferindo as milhas para as cias
  3. Hospedando-se em hotéis parceiros e transferindo as milhas para as cias (Esta modalidade é diferente da RocketMiles que eu conto aqui)
  4. Comprando em lojas on-line parceiras das cias
  5. Alugando carros

A lei das milhas

Tenha em mente o seguinte: há uma lei que rege o “mundo das milhas” e esta se chama “mudança”, ou seja, os programas estão constantemente se modificando, algumas vezes para melhor outras vezes para pior e pra você aproveitar todas as oportunidades sem errar é preciso estar sempre atento as mudanças.

Certa vez li por aí o seguinte – se você tem milhas, gaste-as, se não tem, junte-as. Veja que o sentido do “juntar” é unicamente para que você mantenha a prática de acumular os pontos, seja durante uma compra, viagem, aluguel de carro e até mesmo no posto de gasolina. Isto não quer dizer que você deva guardar milhas por um período muito longo pois estas são sem dúvida o pior investimento a longo prazo, afinal elas são sensíveis a mudança.

Assim como um moeda foi feita para perder o seu valor durante o passar do tempo, da mesma forma as milhas, porém de uma forma mais acelerada que as moedas. Essa ‘desvalorização’ ocorre quando uma companhia aérea resolve aumentar a tabela de preços de resgate das passagens com milhas ou quando estas se tornam mais difíceis de serem acumuladas em voos por conta de, por exemplo, mudança na forma de acúmulo por classe tarifária ou porcentagens menores sobre distâncias percorridas. Veja o caso da American Airlines que publiquei há algumas semanas – passou do melhor programa de fidelidade a um dos piores.

Alianças estratégias

Antes de eu começar o passo a passo sobre como iniciar o acumulo de milhas, acho importante salientar o seguinte: há três grandes alianças aéreas que dominam os céus hoje em dia. São elas: OneWorld, Star Alliance e SkyTeam. Guarde bem estes nomes pois você vai precisar deles.

Além de estratégias comerciais e operacionais relacionadas a números de aeroportos, conexões, entre outras, estas alianças também compartilham o acumulo e emissão de milhas. Ou seja, voando TAM de Porto Alegre até São Paulo você poderá acumular pontos no programa Aadvantage da American Airlines e converter em milhas para voar em trechos domésticos dos Estados Unidos porque ambas as cias fazem parte da OneWorld e vice-e-versa.

Há algumas exceções à regra como o acumulo e emissão de passagens fora da aliança mas cada caso é um caso e é preciso checar de perto as condições.

Meu conselho é adotar uma destas alianças e tornar-se membro fiel de uma cia destinada a acumular maior parte das suas milhas. Isto não indica que você voará apenas na empresa A ou B, mas que terá A ou B como seu plano principal para acumulo de milhas e as demais como segunda opção. A fidelidade em uma cia aérea impactará no seu nível de membro (Prata, Ouro ou Diamante da Gol por exemplo) e na velocidade de acumulo de milhas já que quanto maior seu nível na cia, mais bônus você receberá pelos voos realizados pode do chegar até a 200%, ou seja, neste caso ganharo triplo de milhas de uma só vez quando comparado com um passageiro sem nível elite ou status na companhia.

Basicamente as empresas e suas alianças são as que segue:

Star Alliance (Níveis Silver e Gold)

OneWorld (Níveis Ruby, Sapphire e Emerald)

SkyTeam (Níveis Elite e Elite Plus)

oneworld1

Companhias pertencentes a OneWorld. Na imagem a TAM é representada pela Lan Chile.

Primeiro passo

Pra começar é preciso abrir sua conta com (pelo menos) as maiores cias aéreas. Logo abaixo listei alguns programas principais que são acessíveis para nós brasileiros. Criar uma conta em qualquer empresa é gratuito e não requer nenhum tipo de contrapartida monetária. Algumas empresas apenas exigem que a conta seja movimentada a cada 2 ou 3 anos antes de ser encerrada, por isso, se você começar a acumular milhas é importante gravar bem aonde está guardando e cuidar com o prazo de expiração.

Abaixo listo os principais programas de milhagens que fazem (algum) sentido para nós brasileiros e entre parênteses as formas mais comuns de acúmulo/transferência de milhas para os programas.

Programas

Vamos a legenda agora:

  • Voando: O nome já diz tudo. No caso acima, a Alaska é a única isolada para nós brasileiros apenas com esta opção para o acumulo de milhas. Coloquei ela na lista por conta das promoções de compra de milhas (esta é uma opção também mas geralmente bastante cara) que acontece algumas vezes por ano e faz valer a pena a espera.
  • Amex: De todos os cartões de crédito internacionais, o American Express é hoje, ao menos no Brasil, o que mais conta com cias aéreas parceiras , por isso, é possível concentrar seus gastos nele e em seguida transferir para os planos mencionados. Este é um dos meus favoritos. Deixei ele em evidência apenas pra vocês terem noção da quantidade de parceiros aéreos que eles contam. Os demais cartões VISA, Master e Diners geralmente englobam apenas as cias brasileiras como Azul, Avianca, TAM e GOL.
  • SPG: Starwood Preferred Guest é um programa da StarWoods Hotéis (Sheraton, Four Points, Le Meridien, entre outros) que permite o acumulo de pontos durante estadia nos hotéis da rede e consequente transferência para os programas de milhagens relacionados acima.
  • Cartões de crédito emitidos no Brasil: Alguns cartões de crédito no Brasil permitem transferência para empresas aéreas como Avianca, Azul, GOL, TAM e até mesmo a TAP Portugal. É preciso checar com a sua central de atendimento se é possível transferir pontos do seu cartão para estas empresas.

Membros elite

Apesar das alianças terem categorias de níveis elite definidos, isto não impede uma empresa de dentro da aliança criar mais níveis elite como é o casa da TAM. O nivel elite da aliança serve apenas para nivelar os beneficios para as mesmaa categorias das empresas parceiras de denteo da aliança. Como citei a TAM de exemplo, que faz parte da OneWorld com apenas 3 categorias elite, sendo Ruby, Sapphire e Emerald, no entanto a TAM possui 5 niveis de membros elite sendo o branco de entrada, sem benefícios e portanto sem equivalencia em outras empresas parceiras da OneWorld, em seguida Azul (Ruby), Vermeljo (Sapphire), Vermelho Plus (Emerald) e Black (Emerald). Veja que esse ultimo nivel é equivalente perante a OneWorld Emerald, portanto sendo Vermelho Plus ou Black, ao viajar em cias parceiras acumulará a quantidade de pontos e receberá os mesmos beneficios da categoria equivalente

Segundo passo

Escolha o cartão de crédito certo. Procure por cartões que, de preferência ofereçam bônus  iniciais para solicitar o cartão ou com fatores maiores de conversão, por exemplo 1,5, 2 ou até mesmo 2,2 pontos por dólar gasto (sim, todos os gastos mesmo em reais são convertidos em dólar para gerar bônus) e fique de olho se a conversão está sendo cumprida. Em termos isto ocorre automaticamente, no entanto há alguns cartões (Visa Infinite Bradesco Prime, por exemplo) que oferecem 2,0 pontos por dólar gasto apenas para faturas superiores a R$ 9.000,00, abaixo disso o acúmulo é de 1,8.

Terceiro passo

Tente concentrar os gastos neste cartão de crédito, dos cafézinhos até compras maiores e aplique-se em pagá-lo sempre em dia ou os juros farão com que a vantagem do seu acumulo de pontos deixe de valer a pena. Use apenas dinheiro ou cartão de crédito quando não houver outra saída, desta forma, você estará maximizando a utilização do seu dinheiro para conversão de pontos.

Quarto passo

Compre online em lojas que ofereçam bônus para passagens aéreas! Por que ir direto a uma loja ou comprar em um site que não te oferece o “bônus” da pontuação? Maximize os pontos até mesmo nas compras online. Mas cuidado! Algumas lojas on-line só creditarão os pontos se a compra for feita através de link específico das lojas online e dos parceiros aéreos. A Casas Bahia em parceria com a TAM Multiplus por exemplo, não exige que a compra seja feita em link específico e já exibe na página do produto a quantidade de pontos que serão ganhos na compra, outras cias geralmente fornecem o link da loja específica.

Separei abaixo a página dos shoppings parceiros das principais empresas aéreas brasileiras e algumas internacionais pra vocês terem acesso rápido as lojas que geram pontos aos programas das respectivas cias. Por que não acumular pontos comprando on-line e ainda pagando com um cartão de crédito que gera pontos também? São pontos em cima de pontos.

Nacionais

Internacionais – Útil apenas se você estiver em viagem ao país da cia ou se conhecer alguém que mora por lá

Quinto passo

Fique por dentro dos blogs de viagens para acompanhar promoções em tempo real. Claro, não se esqueça de acompanhar nossos relatos aqui no Prepara Mala mas como tudo é muito dinâmico, não dá pra confiar uma fonte só. Se você só fala português eu recomendo os seguintes:

  • Melhores destinos para promoções de passagens aéreas e melhores preços para acumular milhas mais rápido
  • Mestre das Milhas para bônus de hotéis, cias aéreas e tudo sobre mudanças dos programas de fidelidade

No Brasil existem milhares de blogs sobre viagens e destinos mas separei apenas os que focam em programas de milhagens e bônus, assim como o nosso. Nos EUA, os blogs que aconselhamos também falam sobre milhas e bônus e não relatos sobre viagens em si e destinos. Os blogs abaixo encontram-se apenas em inglês:

Para quem quiser se aprofundar melhor nesse mundo das milhas, há ainda dois fóruns super importantes:

  • Flyertalk.com é o mais antigo e possui anos de informações. O problema é apenas o formato: um fórum pouco amigável em termos de navegação.
  • Insideflyer.com Foi fundado por alguns veteranos do Flyertalk e é uma alternativa mais nova e mais amigável porém com bem menos informações que o Flyertalk.

Sexto passo

Construa uma estratégia para obter status elite em uma cia aérea de preferência. Entender isto é importantíssimo porque no momento em que você passa a construir um relacionamento mais próximo (fidelidade) com uma companhia, não só você terá acesso a um tratamento diferenciado e upgrades, mas também ao acumulo mais rápido de pontos devido ao seu status na companhia. Outra parte importante de possuir status com uma cia é que você pode solicitar equiparação com outras empresas não parceiras, também conhecido como “match”, o que pode alavancar seu acumulo de pontos com outras cias quando você estiverem voando em um bilhete pagante.

Sétimo passo

Conhecer o acúmulo de pontos é apenas metade da equação. Familiarize-se com alguns procedimentos que serão úteis na hora de emitir aquela passagem dos sonhos:

Escrevi um post no blog só sobre emitir passagens aéreas baratas. O sweet spot ou “estratégia ideal” de todo mundo que quer entrar nesse hobby é acumular mais milhas gastando cada vez menos. Você só precisa cuidar se as tarifas promocionais cujos preços estão sendo oferecidos acumulam milhas, então é bom sempre checar a sessão de fidelidade da cia aérea que você está pensando em viajar pra ver se a tarifa oferecida promocional permite o acumulo de milhas. Além disso, algumas cias pontuam com base no valor gasto da passagem como expliquei aqui no caso da American. Bom lembrar também que SEMPRE a primeira classe e classe executiva acumularão pontos mais rápido e que nem sempre a passagem aérea mais barata para acumular a melhor quantidade de pontos será na classe econômica. É preciso fazer o calculo por pontos e muitas vezes o gráfico ideal está nas promocionais da classe executiva.

Oitavo passo – mas não o último.

Coloque um objetivo em sua estratégia para acumular milhas e corra atrás para atingi-lo.

Boa parte dos voos que compartilho com vocês neste blog é fruto de uma estratégia de meses para acumulo de milhas em determinada companhia, quer seja voando pagante em uma cia para emitir bilhete de milhas em outra (lembre-se das alianças estratégicas) como também acumulando milhas nos cartões de credito. Você quer acumular milhas para voar em primeira classe uma vez por ano ou duas vezes no ano em econômica? Tenha sempre a sua estratégia em mente.

E se um dia você desanimar de acumular milhas, volta aqui no blog e lembre-se: eu tenho usado milhas para viajar para lugares de uma forma que eu nunca pensei que seria capaz de fazer antes. Vale a pena! É só ter paciência. E aí?

Já pensou na sua estratégia?

 

PreparaMala.com. Tudo sobre Primeira classe, Classe Executiva, Milhas, Passagens Aéreas, Hotéis, Viagens de Luxo, Notícias e muito mais.

Popular

Facebook

Copyright © 2016 Proibida reprodução total ou parcial do conteúdo apresentado sob penas da Lei Federal 9610/98.

Topo